Últimas resenhas...

ÚLTIMAS RESENHAS DO BLOG LITERATURE DIARY!

Resenha: Thoughtless – S.C. Stephens


Título: Thoughtless
Autora: S.C. Stephens
Editora: Gallery Books
Gênero: Romance (New Adult)
Páginas: 530
Ano: 2011
Compre: Amazon (paperback) | Simon & Schuster (ebook)
Sinopse:Durante quase dois anos, o namorado de Kiera, Denny, foi tudo o que ela sempre quis: amoroso, terno e eternamente dedicado a ela. Quando eles partiram para uma nova cidade para começar suas vidas juntos, Denny em seu trabalho dos sonhos e Kiera em uma universidade de alto nível, tudo parece perfeito. Em seguida, uma obrigação imprevista obriga o feliz casal a se separar.Sentindo-se solitária, confusa, e na necessidade de conforto, Kiera se volta para uma fonte inesperada – uma estrela do rock local chamada Kellan Kyle. Primeiramente, ele é puramente um amigo em que ela pode se ​​apoiar, mas como sua solidão cresce, faz assim a sua relação. E então uma noite tudo muda... e nenhum deles jamais será o mesmo.

Thoughtless – descrição: intenso e apaixonante...

Para quem curte New Adults – como eu – você precisa ler esse livro!
Eu li – na verdade não li – a recomendação do Livros e Citações, bati o olho na capa e gostei.
Procurei quotes do livro no Google, Goodreads, Tumblr, We Heart It, enfim, em todas as redes sociais possíveis e quis ler... E me apaixonei!


CONTÉM SPOILERS!!

Kiera é completamente apaixonada por seu namorado, Denny, um cara totalmente dedicado ao relacionamento e também apaixonado por ela.
Por conta de uma grande oportunidade de emprego, Denny decide se mudar de Ohio onde sempre viveu para uma nova cidade, Seattle, e Kiera não hesita um segundo antes de segui-lo, deixando tudo e todos que ela conhece, somente para ficar com o namorado, começando assim uma vida a dois.
Como não teriam onde ficar, Denny pede ao seu único amigo na cidade, Kellan, para que os dois fiquem em sua casa só até que ele se estabeleça no trabalho e possam pagar algo para os dois ficarem.

Kellan Kyle, além de um dos melhores amigos de Denny, é o astro do rock na cidade, vocalista da banda D-Bags, e um homem muito (muito) sexy e Kiera sabia que ele era uma perdição, além de esperto e um bom amigo.

Agora que eu estava olhando mais de perto, o seu meio sorriso era desconcertantemente sedutor. Seus olhos estavam praticamente despindo cada uma delas.

(...)

Não foi tão agitado, o ritmo foi mais lento e a voz de Kellan estava mais baixa e mais suave, mais sexy, se isso fosse possível.

Tudo ia muito bem, mas como todo mundo bem sabe, alegria de pobre dura pouco...

Denny é obrigado a sair da cidade por dois meses à trabalho e Kiera, por conta da faculdade, não poderia ir, tendo então além de ficar sozinha numa cidade onde não conhecia quase ninguém, ficaria sozinha debaixo do mesmo teto que Kellan.

“É o meu trabalho, Kiera... Nosso futuro. Eu preciso fazer isso.”

Desde o início, desde o primeiro olhar, a atração entre os dois estava ali, presente para quem quisesse ver, mas é claro, ninguém via, somente os dois.
Mas Kiera se sentia sozinha, Kellan estava ali, disposta a dar tudo de si por ela, a ficar ali com ela enquanto para Denny o trabalho era mais importante, a dar apoio...

“Você é tão doce, Kiera. Você é como uma inocente garota de escola. Eu só quero... deflorar você.”

Os dois saiam juntos e se divertiam, dois dormiam juntos na mesma cama, abraçados, no sofá, os dois eram basicamente um casal, não só em casa como também na rua, menos a parte do sexo, de resto era praticamente uma amizade colorida, ou como o próprio Kellan disse, eles eram “amigos com benefícios”.

“Você não é minha,”, ele disse melancolicamente.

(...)

“...bons amigos... com benefícios.”

Só que é claro, uma hora aquilo ia acontecer.

“Eu sei que há alguma coisa aqui... Eu sei que você quer mais. Diga-me... E é seu.”

Depois de uma briga por telefone com Denny, por ela achar – e com razão, de verdade – que ele estava dando mais atenção para o trabalho do que para ela, quando mais uma vez ele teria que adiar sua volta a Seattle, os dois terminam e com Kellan ali, os dois acabam, finalmente, ficando juntos pra valer.
Mas o que fazer quando no dia seguinte, o Denny volta e diz que largou o emprego por ela, que estava realmente negligenciando o namoro e que a partir daquele momento estaria ali, com ela?

Pois é, foi exatamente isso o que aconteceu e Kiera ficou mais confusa do que já estava em relação aos seus sentimentos por Kellan e Denny.

A partir daí, você vai sofrer (isso se você já não estiver sofrendo!).
Você vai sofrer com o Denny, por ele não saber da traição, você vai sofrer com o Kellan, porque mesmo o livro sendo narrado pela Kiera, você vê como ele se sente nos momentos certos, e você vai odiar a Kiera profundamente por fazer os dois sofrerem, por ser indecisa, por ser inconstante e por nos deixar extremamente irritados.

“Não era culpa do Denny que eu infeliz.”

Todo mundo sabe que os triângulos amorosos é algo bem batido nos romances, mas eu nunca, em todos os livros envolvendo uma relação assim, havia gostado e odiado de todos os personagens principais dessa forma.
Isso, sem contar que há uma escolha a fazer, ela não pode ficar com os dois e ela tinha que se decidir entre o namorado certinho, que ela amava, ou o rock star quente e que fazia seu sangue arder.

“Ele me beijou de volta, mas não da maneira que eu esperava. Era tão diferente, suave e macio, de uma forma como  o nosso beijo nunca tinha sido antes.”

(...)

"Eu senti uma onda de simpatia por ele, e eu desesperadamente queria abraçá-lo apertado, para acariciar seu rosto e beijar seus lábios."

O livro é muito real e é uma montanha russa de emoções e sensações, em nenhum momento é confuso – a não ser que você sinta a confusão que é a vida da Kiera – e a narrativa da Stephens é muito boa, que me fez rir, chorar e me apaixonar!
Todos os personagens são muito bem construídos, todos têm algo que chama a sua atenção, mas o Kellan... Ah, o Kellan é um personagem muito especial, em minha opinião ele é o personagem mais intenso, mais completo e que eu mais gostei, além de ter me apaixonado por ele.

"Eu senti tanto a sua falta. Eu queria tocá-lo por tanto tempo. Eu queria abraça-lo por tanto tempo. Eu quis você por tanto tempo. Eu preciso de você, Kellan ... eu sempre precisei."

Já estou com o segundo livro aqui, doida para começar e saber um pouco mais sobre como seguirá a vida desses personagens no segundo livro da trilogia, mas como o primeiro livro terminou de uma forma que não nos faz necessitar imediatamente da leitura do próximo, mesmo ansiosa ainda dá pra esperar mais um pouco.

Para quem curtiu Belo Desastre, Walking Disaster, Easy, entre outros, Thoughtless é uma boa pedida.
O livro acabou de ter seus direitos comprados pela Editora Valentina e provavelmente deverá ser lançado somente em 2014, mas como nunca se sabe...


S.C. Stephens
S.C Stephens é uma autora independente, que gosta de passar todos os momentos livres que ela tem criando histórias que são repletas de emoção e pesado em romance.
Sua primeira tentativa de um romance inteiro foi Thoughtless. Ela escreveu o triângulo amoroso cheio de angústia no início de 2009 e publicou-o naquele verão no FictionPress. Maravilhada e surpresa com a resposta, mais histórias se seguiram.
Além de escrever, Stephens gosta de ler romances fabulosos de outras pessoas, carregar seu iPod músicas que reduzem o bloqueio autoral, de ir ao cinema, e passar tempo de qualidade com seus filhos.
*quotes, sinopse e biografia da autora traduzidos por Letícia Kartalian.


6 comentários:

  1. OMG
    Eu fico doida quando leio a resenha de um livro que não tem versão no Brasil ainda. São meses de angústia esperando.
    A resenha ficou ótima!! E leria DE VERDADE esse livro.

    bjus
    terradecarol.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Quero ler AGORA!!! Que capa e título lindos!!!
    Beijo,
    Vinícius - Livros e Rabiscos

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha, adorei o livro odiando a bandida da Kiera, como assim ela não se decide, ou fica com o cavalheiro perfeito ou com o bad boy sexy e o outro eu cuido hehehehe...
    Adorei belo desastre e sei que vou amar esse.

    Delmara | Sou Bibliófila

    ResponderExcluir
  4. Eu baixei esse livro por curiosidade, quando soube que a Valentina iria lançar, mas lendo a sua resenha, acho que vou gostar bastante. Amei Belo Desastre e se tem uma pegada parecida, já gosto.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  5. Pirei com sua resenha!
    Estou entrando na Amazon agora para olhar o preço e já poder comprar. Gostei muito de Belo Desastre e quero continuar nessa onda de livros (maravilhosos).
    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Quero ler esse livro *o* Adoro livros que tem aquela montanha russa de emoções!
    Adorei, melhor ainda que a Ed. Valentina vai publicar aqui no ano que vem ^^
    Beijos
    Descobrindolivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Já que chegou até aqui, comente e faça uma blogueira feliz!
Retribuo comentários! :)

Observações: Todos os comentários do blog são moderados, se o seu comentário se refere apenas a divulgação de seu blog/site/livro/clube/empresa/grupo no Facebook, seu comentário será excluído e sua visita não será retribuída.
Leia a postagem, comente sobre ela e deixe o link do seu blog no final que eu com certeza retribuirei a visita com o maior prazer!
Comentários ofensivos à autores ou seus livros, bem como ao conteúdo da postagem não serão aceitos, críticas são construtivas, descriminação e julgamentos precipitados, não!